Aguarde...

CECGP

SVT Consultores
CECGP

CECGP PRESENTE NO III CONGRESSO INTERNACIONAL DIMENSÕES DOS DIREITOS HUMANOS :PORTUCALENSE

12 de Julho de 2017
Compartilhar

O Direito Humano à Segurança: Novos Conteúdos e Políticas Públicas 12 a 14 de julho de 2017,


Imagem

 III CONGRESSO INTERNACIONAL DIMENSÕES DOS DIREITOS HUMANOS

 

O Direito Humano à Segurança: Novos Conteúdos e Políticas Públicas

12 a 14 de julho de 2017,

 

Universidade Portucalense Infante D. Henrique, Porto, Portugal

 

 

La aspiración de todo ser humano a disfrutar de seguridad es vieja como el mundo y la voluntad de protegerla se manifestó en los primeros textos míticos fundantes del discurso de los derechos humanos. Es conocida la progresividad de tales derechos, que con el tiempo han experimentado un proceso de expansión.

En respuesta al crecimiento y nuevas manifestaciones de la inseguridad, especialmente en el último decenio, y de la percepción de la misma, lo hace también el cada vez más multidimensional y progresivo "derecho humano de seguridad", en el que se incluyen el derecho a la seguridad jurídica (incluida la procesal y penal) del respeto por el Estado al derecho de los ciudadanos a su libertad e integridad física, el derecho a políticas de "seguridad pública" (la física o patrimonial o jurídica amenazada por terceros, amparada por el Estado y las "fuerzas de seguridad"),o, como alternativa más clara, a la seguridad ciudadana (protección de derechos), el derecho a la seguridad nacional (del territorio, de cada país soberano), el derecho a la seguridad colectiva (internacional, vinculada al derecho a la paz) o el derecho a la "seguridad humana", un nuevo concepto lanzado por la ONU en 1994 y desarrollado en las primeras décadas del siglo XXI:

"El Informe del PNUD (Programa de Naciones Unidas para el Desarrollo, creado en 1989) sobre Desarrollo Humano titulado "Nuevas dimensiones de la seguridad humana" acuñó el término “seguridad humana” en el sistema de las Naciones Unidas. El Informe destacó cuatro características básicas de la seguridad humana: universalidad, interdependencia de sus componentes, centrada en las personas y mejor garantizada mediante la prevención temprana y siete ámbitos relacionados: seguridad económica, alimentaria, de la salud, del medio ambiente, personal, comunitaria y política"....

En el párrafo 143 del Documento Final de la Cumbre Mundial 2005 (A/RES/60/1), titulado ‘Seguridad Humana’, los Jefes de Estado y de Gobierno subrayaron “el derecho de las personas a vivir en libertad y con dignidad, libres de la pobreza y la desesperación” y reconocieron que “todas las personas, en 3

 

particular las que son vulnerables, tienen derecho a vivir libres del temor y la miseria, a disponer de iguales oportunidades para disfrutar de todos sus derechos y a desarrollar plenamente su potencial humano” (Texto del Fondo Fiduciario de las Naciones Unidas para la Seguridad Humana. Dependencia de la Seguridad humana: La seguridad humana en las Naciones Unidas. Nueva York, 2015, en htpp//www.un.org/humansecurity/es/content/seguridad-humana-para-todos)

Esta reconceptualización de la "seguridad", que ha ido refinándose y perfilándose a través de una serie de iniciativas, para relacionarla con el discurso internacional de los derechos humanos en su conjunto, exige incluir hoy en el "derecho humano a la seguridad" la exigencia de respeto y atención tanto a los derechos civiles de las personas como a los derechos humanos de la segunda o de la tercera generación.

Así, se requiere que los Gobiernos y la Sociedad Internacional, reconozcan y respondan, con el concurso de la sociedad civil y de las organizaciones regionales o locales, tanto del derecho a la seguridad física y patrimonial de las personas (no sólo respetándolo, sino también protegiéndolo), como del derecho de éstas y de los colectivos vulnerables del conjunt de la ciudadanía, a su seguridad alimentaria, asistencial, laboral, sanitaria, medioambiental, en la red (ciberseguridad), en la investigación científica (por ejemplo asegurando que esta no ponga en riesgo la conservación del patrimonio genético de la especie), etc, etc., invirtiendo en objetivos concretos y prioritarios.

Profª. Doutora Mª Esther Martinez Quinteiro

Professora Catedrática da Universidade Portucalense, Infante D. Henrique, Porto, Portugal e Diretora do Pós-doutoramento (DHPCBE) da Universidade de Salamanca, Espanha. Coordenadora do grupo de investigação internacional Dimensions of Human Rights do Instituto Jurídico Portucalense.

ORGANIZAÇÃO

Presidente do Congresso: Prof:ª Doutora Maria Manuela Magalhães Silva

Direção: Professora Doutora Mª Esther Martínez Quinteiro

Coordenação: Prof:ª Doutora Daniela Serra Castilhos 4

 

COMITÉ CIENTÍFICO

PROF. DOUTOR JOSÉ CARAMELO GOMES, VICE-REITOR DA UNIVERSIDADE PORTUCALENSE, INFANTE D. HENRIQUE, PORTO, PORTUGAL. Professor Catedrático do Departamento de Direito da Universidade Portucalense e Doutorado em Direito/Direito Europeu.

PROF. DOUTOR FLÁVIO ROMERO GUIMARÃES, VICE-REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PARAÍBA (UEPB). Departamento de Direito Privado da Universidade Estadual de Paraíba (UEPB), Diretor do Núcleo de Pesquisa em Direitos Fundamentais: defesa a singularidade e às diferenças (DFDSD/UEPB), Campina Grande, Brasil.

PROF.ª DOUTORA MARIA MANUELA DIAS MARQUES MAGALHÃES SILVA, VICE-PRESIDENTE E DIRETORA DO DEPARTAMENTO DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PORTUCALENSE, INFANTE D. HENRIQUE, PORTO, PORTUGAL. Doutorada em Direito/Ciências Jurídico-Políticas, Professora Associada da Universidade Portucalense.

PROF.ª DOUTORA Mª ESTHER MARTÍNEZ QUINTEIRO, PROFESSORA CATEDRÁTICA DA UNIVERSIDADE PORTUCALENSE, INFANTE D. HENRIQUE, PORTO, PORTUGAL e Diretora do Pós-Doutoramento (DHPCBE) da Universidade de Salamanca, Espanha.

PROF. DOUTOR ELDER LISBOA FERREIRA DA COSTA, Juiz Titular da 1.ª Vara de Fazenda Pública de Belém de Pará e Professor de Direito da Universidade Estácio-Sá, Belém de Pará, Brasil.

PROF.ª DOUTORA MARIA DAS DORES FORMOSINHO SIMÕES, PROFESSORA CATEDRÁTICA DA UNIVERSIDADE PORTUCALENSE, INFANTE D. HENRIQUE, PORTO, PORTUGAL. Professora Catedrática do Departamento de Psicologia e Educação da Universidade Portucalense e Doutorada em Ciências da Educação.

PROF.ª DOUTORA VANESSA RIBEIRO SIMON CAVALCANTI, UNVERSIDADE CATÓLICA DE SALVADOR (UCSAL) / UNVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA). Doutorada em História Contemporânea e membro do Instituto Jurídico Portucalense (IJP/UPT) e do Instituto de Sociologia da Universidade do Porto (IS/U. Porto). Diretora do Núcleo de Pesquisa e Estudos sobre Juventudes, Identidades, Cidadania e Cultura (NPEJI/UCSAL) e Coordenadora do Núcleo de Estudos sobre Direitos Humanos (NEDH/UCSAL/CNPQ), Brasil. 5

 

PROF.ª DOUTORA DANIELA SERRA CASTILHOS, UNIVERSIDADE PORTUCALENSE, INFANTE D. HENRIQUE, PORTO, PORTUGAL. Doutora em Direitos Humanos pela Universidade de Salamanca. Professora Auxiliar do Departamento de Direito da Universidade Portucalense Infante D. Henrique (UPT), Coordenadora Associada do Grupo de Investigação Dimensions of Human Rights do Instituto Jurídico Portucalense. Membro e Investigadora do Centro de Estudios de la Mujer (CEMUSA) da Universidade de Salamanca.

COMITÉ ORGANIZADOR

Profª. Drª Daniela Serra Castilhos (UPT)

Profª. Drª Mª Paz Pando Ballesteros (USAL)

Prof. Dr. Miguel David Guevara (USAL)

Profª. Drª Dora Resende (UPT)

Prof. Dr. André Pereira Matos (UPT)

Mestre Marco Ribeiro-Henriques (IJP)

ENTIDADES ORGANIZADORAS

UNIVERSIDADE PORTUCALENSE INFANTE D. HENRIQUE, PORTO, PORTUGAL E GRUPO DE INVESTIGAÇÃO DIMENSIONS OF HUMAN RIGHTS DO INSTITUTO JURÍDICO PORTUCALENSE (IJP/PT). UNIVERSIDAD DE SALAMANCA (USAL) E SEMINARIO INTERNACIONAL DE HISTORIA CONTEMPORÁNEA DE LOS DERECHOS HUMANOS (SIHCDH/USAL); NÚCLEO DE DIREITOS HUMANOS (NDH) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO (UFMA), BRASIL; NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS, DIVERSIDADE E CIDADANIA (NEPEDH) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO (UFP), RECIFE, BRASIL; INSTITUTO DE DIREITOS HUMANOS DE MATO GROSSO DO SUL (IDHMS) UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL (UFMS), CAMPO GRANDE, MS, BRASIL; ASOCIACIÓN NACIONAL PARA EL ESTUDIO DE LA DEMOCRACIA, LA CIUDADANÍA Y LOS DERECHOS HUMANOS (AEDCYDH); FORO INTERNACIONAL IBEROAMERICANO DE DERECHOS HUMANOS (FIIDH), BRASIL; NÚCLEO DE PESQUISA EM DIREITOS FUNDAMENTAIS: DEFESA A SINGULARIDADE E AS DIFERENÇAS (DFDSD), UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PARAÍBA/CAMPINA GRANDE, BRASIL (UEPB). 6

 

PROGRAMA

12 DE JULHO de 2017 (QUARTA-FEIRA)

10h30

Cerimónia de abertura com autoridades académicas

Auditório 201

CONFERÊNCIA DE ABERTURA:

“Justiciabilidad de los derechos de segunda generación: una cuestión de seguridad jurídica”

Profª. Doutora Mª Esther Martinez Quinteiro

Professora Catedrática da Universidade Portucalense, Infante D. Henrique, Porto, Portugal e Diretora do Pós-doutoramento (DHPCBE) da Universidade de Salamanca, Espanha. Coordenadora do grupo de investigação internacional Dimensions of Human Rights do Instituto Jurídico Portucalense.

11h15

Sessão plenária 1 – DESAFIOS DAS POLÍTICAS DE SEGURANÇA

Auditório 201

Moderadora: Mª Esther Martinez Quinteiro

“Los refugiados y las políticas públicas de seguridad en Europa”

Raul Arturo Hirakawa Andia

Jurista. Especialista em Direitos Humanos: Programa de Doutoramento Pasado y Presente de los Derechos Humanos (PPDH/USAL). Investigador do Centro de Estudios de la Mujer da Universidade de Salamanca (CEMUSA). Advogado do Ilustre Colégio de Zamora, Espanha.

“El derecho a la seguridad en atención en salud mental, una comparación internacional”

Miguel David Guevara

Investigador do Grupo Dimensions of Human Rights (DHR/IJP) da Universidade Portucalense (UPT), Porto, Portugal, e docente do Mestrado Master General Sanitario da Universidade de Salamanca. 7

 

“La protección y la seguridad al disfrute de un medio ambiente saludable”

Mª Paz Pando Ballesteros

Doutora em Direitos Humanos e Professora da Universidade de Salamanca. Directora del Seminario Internacional de Historia Contemporánea de los Derechos Humanos de la universidad de Salamanca (SIHCDH/USAL)

“Do Direito Humano à Segurança: Poder(es), Política(s) e Cultura(s)”

Ana Cláudia Carvalho Campina

Doutora em Direitos Humanos pela Universidade de Salamanca, Leitora da Cátedra da UNESCO para a Juventude, Educação e Sociedade, Professora Auxiliar do Departamento de Direito da Universidade Portucalense Infante D. Henrique e Investigadora Integrada do Instituto Jurídico Portucalense.

*******************************************************************************************

Pausa para almoço

*******************************************************************************************

14h30

Sessão plenária 2 – A COMPREENSÃO DO DIREITO À SEGURANÇA POR DIVERSAS PERSPETIVAS

Auditório 201

Moderadora: Daniela Serra Castilhos

“Compreender os direitos humanos num mundo em mudança: o direito de viver sem medo”

Fernanda Rebelo

Doutora em Direito Civil, Professora Auxiliar do Departamento de Direito da Universidade Portucalense Infante D. Henrique e Investigadora Integrada do Instituto Jurídico Portucalense.

“O Estado de Direito e a aplicação do direito da União Europeia como segurança para os cidadãos europeus”

Dora Resende Alves

Doutora em Direito/Direito da União Europeia, Professora Auxiliar do Departamento de Direito da Universidade Portucalense Infante D. Henrique e Investigadora Integrada do Instituto Jurídico Portucalense. 8

 

“A evolução dos Direitos Humanos na Turquia durante a governação do AKP”

André Pereira Matos

Doutor em Relações Internacionais, Professor Auxiliar do Departamento de Direito da Universidade Portucalense Infante D. Henrique e Investigador e Secretário Geral do Instituto Jurídico Portucalense.

“Violência contra a mulher imigrante”

Ana Saladrigas

Psicóloga clínica, da saúde e comunitária, colaborou com o Consulado-Geral do Brasil no Porto e foi responsável por um projeto de investigação sobre a reclusão femininas imigrantes em Santa Cruz do Bispo.

Soraya Nour Sckell

Investigadora FCT junto ao Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, diretora de programa de investigação sobre o cosmopolitismo no Collège International de Philosophie e membro do IJP.

*******************************************************************************************

15h45 Coffee break

*******************************************************************************************

16h00

APRESENTAÇÃO DE COMUNICAÇÕES

Mesa 1 – AS RELAÇÕES DE GÉNERO, EDUCAÇÃO E O DIREITO HUMANO À SEGURANÇA

Auditório 201

Moderadora: Ana Paula Guimarães

“Um olhar crítico à actual redacção do crime de violação no Código Penal português: porque ficou o legislador nacional aquém do proposto na Convenção de Istambul?”

Tatiana Morais

Doutoranda na Faculdade de Direito da Universidade NOVA de Lisboa (FDUNL) e investigadora do CEDIS e DH-CII. A presente investigação foi desenvolvida no 9

 

âmbito do programa de Doutoramento em Direito na FDUNL, com bolsa de doutoramento da FCT 128312/2017.

“El derecho humano a la seguridad de la mujer en el trabajo”

Isabel Melo

Licenciada em Direito pela UCP, inscrita como Advogada desde 1986, PG em Direito Europeu pela UL, Coordenadora do Grupo de Direito na ESCE do IPS, Doutoranda em Direito na Universidade Complutense, Jurista/Consultora.

“UNI+ Desenvolvimento de um programa de prevenção da violência no namoro em contexto universitário”

Sofia Neves

Presidente da Associação Plano i e Coordenadora Científica do UNi+. Docente universitária e investigadora com vários livros, capítulos de livros e artigos publicados na área da violência de género.

Ariana Correia

Coordenadora executiva dos programas UNi+ e UNigualdade da Associação Plano i. Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde (ISMAI) e doutoranda da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto.

Joana Torres

Técnica e investigadora do UNi+. Mestre em Psicologia da Justiça pelo ISMAI e doutoranda em Criminologia na Faculdade de Direito da Universidade do Porto.

“A vulnerabilidade do direito à vida na sociedade hodierna”

Rosemary Souto Maior

Mestranda de Direitos Humanos da Universidade do Minho (Braga) e integrante do Ministério Público de Pernambuco-Brasil, atuação no Quarto Tribunal do Júri da Capital. (Comunicação apresentada pelo RELATORA: PROFª. DOUTORA ANA PAULA GUIMARÂES. Professora Auxiliar na Universidade Portucalense Infante D. Henrique. Investigadora Integrada do Instituto Jurídico Portucalense).

“School bullying: Proposta de intervenção: o padrinho social”

Ana Sílvia Albuquerque

Doutora em Educação e em História. Membro do Grupo de Investigação Dimensions of Human Rights do Instituto Jurídico Portucalense 10

 

Ana Cardoso, Inês Ferreira, Zulmira Nascimento, Vânia Russo e Maria Esther Martinez Quinteiro

Mestrandas em Ciências da Educação / UPT e Professora Catedrática da Universidade Portucalense, Diretora do Pós-Doutoramento (DHPCBE) da Universidade de Salamanca, Espanha.

“Organização Escolar, Convivialidade e Fatores de Segurança”

Maria das Dores Formosinho

Professora Catedrática da Universidade Portucalense, Infante D. Henrique, Porto, Portugal. Professora Catedrática do Departamento de Psicologia e Educação da Universidade Portucalense e Doutorada em Ciências da Educação.

C. Sousa Reis

Professor Auxiliar na Universidade de Coimbra. Doutorado em Ciências da Educação e Especialista em filosofia da Educação pela Universidade de Coimbra.

*******************************************************************************************

13 DE JULHO de 2017 (QUINTA-FEIRA)

11h00

Sessão plenária 3 – COLISÕES ENTRE O DIREITO À SEGURANÇA E OUTROS DIREITOS

Auditório 201

Moderadora: Maria Manuela Magalhães Silva

“A proteção do estrangeiro à luz da jurisprudência do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem: os casos de reagrupamento familiar e de expulsão”

Susana Almeida

Professora-Adjunta. Coordenadora do Curso de Solicitadoria. Departamento de Ciências Jurídicas ESTG / Instituto Politécnico de Leiria.

“A proteção do património cultural em caso de conflito armado”

Rubén Miranda Gonçalves

Professor do Máster en Seguridad, Paz y Conflictos Internacionales no Centro de Estudos de Seguridade da Universidade de Santiago de Compostela. 11

 

“Direitos Humanos e o Tribunal Penal Internacional”

Maria João Escudeiro

Doutora em Ciências Jurídico-Criminais. Faculdade de Direito da UCP. Advogada. Professora Adjunta Convidada do ISCAL – IP Lisboa. Professora Auxiliar do ISCPSI Investigadora do CISCAL e do CIEJ.

“A proteção do património cultural em caso de conflito armado”

Rubén Miranda Gonçalves

Professor do Máster en Seguridad, Paz y Conflictos Internacionales no Centro de Estudos de Seguridade da Universidade de Santiago de Compostela.

“Uma face da insegurança - tráfico humano”

Ana Paula Guimarães

Doutora em Direito/Ciências Jurídico-Criminais. Professora Auxiliar na Universidade Portucalense Infante D. Henrique e Investigadora Integrada do Instituto Jurídico Portucalense.

“Direitos Humanos e Segurança Marítima: a migração por mar”

Bruno Reynaud de Sousa

Doutor em Direito Público. Professor Auxiliar na Universidade Portucalense Infante D. Henrique e Investigador Integrado do Instituto Jurídico Portucalense.

*******************************************************************************************

Pausa para almoço

*******************************************************************************************

14h00

Sessão plenária 4 – DESAFIOS DA SOCIEDADE E A SEGURANÇA

Auditório 201

Moderador: Marco Ribeiro-Henriques

“A nova lei francesa de proteção dos direitos humanos em empresas nacionais”

Fábio Veiga

Doutor em Direito Empresarial. Investigador da CAPES e Professor de Direito Empresarial no Máster en Abogacía da Universidade Europeia de Madrid. 12

 

“O Direito Humano à Paz. O contributo da União Europeia: um caminho de sucesso”

Isabel Baltazar

Doutorada em História e Teoria das Ideias, Especialidade de História das Ideias Política pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Investigadora no Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e no Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra.

“SMART CITIES: CIDADES 50-50: uma via para a igualdade”

Olívia Carvalho

Mestre em Psicologia. Universidade Portucalense, Porto, Portugal.

“O sistema prisional brasileiro, abolicionismo penal e Comunicação Não Violenta”

Cristiane Reis

Doutora em Direito, Justiça e Cidadania no século XX pela Universidade de Coimbra. Professora Adjunta no Departamento de Segurança Pública do Instituto de Estudos Comparados em Administração de Conflitos da Universidade Federal Fluminense no Rio de Janeiro.

*******************************************************************************************

15h30 - Coffee break

*******************************************************************************************

16h00

APRESENTAÇÃO DE COMUNICAÇÕES

Mesa 2 – GRUPOS VULNERÁVEIS E A SEGURANÇA

Auditório 201

Moderadora: Fátima Moreira 13

 

“O interesse superior da criança e a proteção contra a violência nas relações privadas”

Helena Neves

Doutoranda da Universidade do Minho. Professora da Universidade Estácio de Sá, especialista em Direito e Processo Civil, mestre em Direito pela Universidade Estácio de Sá. Advogada.

Ricardo Macedo

Mestrando em Direito pela Universidade Estácio de Sá. Professor da Universidade Estácio de Sá, Especialista em Direito Público. Advogado.

“Convenção sobre Direitos da Criança: entre a Teoria e a Prática”

Olívia de Carvalho,

Mestre em Psicologia. Universidade Portucalense, Porto, Portugal.

Daniela Serra Castilhos

Doutora em Direitos Humanos pela Universidade de Salamanca. Professora Auxiliar do Departamento de Direito da Universidade Portucalense Infante D. Henrique (UPT), Coordenadora Associada do Grupo de Investigação Dimensions of Human Rights do Instituto Jurídico Portucalense. Membro e Investigadora do Centro de Estudios de la Mujer (CEMUSA) da Universidade de Salamanca.

Daniela Nascimento

Professora Auxiliar da Universidade Portucalense Infante D. Henrique (UPT),

Sérgio Tenreiro Tomás

Professor no Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior de Tecnologia e Gestão/CIICESI- Centro de Inovação e Investigação em Ciências Empresariais e Sistemas de Informação

“O direito humano à segurança da criança, em prol do seu direito à vida”

Isabel Poças

Advogada, Pós-graduada em Direito do Património Cultural, autora de artigos e oradora em Congressos nacionais e internacionais em direito da família e das crianças, direito do património cultural e meios de resolução alternativa de conflitos. 14

 

“A (síndrome de) alienação parental: uma nova forma de patriarcado?”

Rita Guimarães Fialho d’Almeida

Mestre em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e aluna de Doutoramento pela mesma Faculdade. Investigadora do Instituto Jurídico Portucalense.

“A insegurança do consumidor perante as instituições financeiras: mecanismos de proteção legal”

Isa António

Doutora em Direito Administrativo/Contratação Pública. Mestre em Direito Administrativo. Curso de Especialização em Direito da Saúde. Pós-graduação em Contratação Pública. Investigadora do Instituto Jurídico Portucalense e do CEDU (Universidade do Minho). Prof.ª Adjunta Convidada no Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo.

“The Defendant in the Portuguese Criminal Procedure: a rightless status?”

Sara Leitão Moreira

Doutoranda da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Docente do Instituto Politécnico de Coimbra e do Instituto Politécnico do Porto. Investigadora do Instituto Jurídico Portucalense. Advogada.

“O condenado no processo penal português: breves reflexões em torno do conhecimento superveniente do concurso de crimes”

Sara Leitão Moreira

Doutoranda da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Docente do Instituto Politécnico de Coimbra e do Instituto Politécnico do Porto. Investigadora do Instituto Jurídico Portucalense. Advogada. 15

 

Mesa 3 – PROBLEMAS SOCIAIS E A SEGURANÇA

Auditório 202

Moderador: Fábio Veiga

“Huellas del imaginario religioso en la performance de autolesión: enfoque desde el derecho humano de seguridad”

Leticia Izquierdo Díaz

Doutoranda no Programa de Doutoramento em Historia Medieval, Moderna, Contemporanêa da América na Universidade de Salamanca.

“La política laboral de género en Castilla y León. Enfoque derechos humanos. 1994-1996”

Mª Luz Vaquero Pinto

Doutora em Direitos Humanos pela Universidade de Salamanca, Licenciada em Ciências Económicas e Empresariales. Gestora Administrativa e Agente de Propriedade Inmobiliaria . Diretora do Departamento de Economia no IES.

(Comunicação apresentada pelo RELATORA: PROFª. DOUTORA Mª PAZ PANDO BALLESTEROS. Doutora em Direitos Humanos e Professora da Universidade de Salamanca. Directora del Seminario Internacional de Historia Contemporánea de los Derechos Humanos de la universidad de Salamanca (SIHCDH/USAL).

“Human rights as a foreign policy priority: a roadmap for ‘newbies’”

Pedro Ponte e Sousa

PhD candidate in Global Studies, Department of Political Studies, Faculty of Social Sciences and Humanities, New University of Lisbon (FCSH-UNL). Researcher at the Portuguese Institute of International Relations (IPRI).

“Medidas processuais penais antiterrorismo alemãs e espanholas pré-2001: uma análise da (in)conformidade com os direitos fundamentais”

Ana Paula Gonzatti da Silva

Graduada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestre e doutoranda em ciências jurídico-criminais pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Especialista em direito penal econômico e europeu. Pesquisadora-visitante nas Universidades de Göttingen e de Bolonha. 16

 

“Cultura de paz e diálogo no âmbito da cooperação entre as religiões na contenção do extremismo que leva ao terrorismo”

Alex Sander Xavier Pires

Pós-Doutor em Direito (Portugal), Doutor em Ciências Jurídicas e Sociais (Argentina), Doutor em Ciência Política (Brasil), Investigador Doutorado do Centro de I&D sobre Direito e Sociedade da Universidade Nova de Lisboa (CEDIS/FD/UNL), Investigador do Centro de I&D em Ciências Jurídicas – Ratio Legis – (RL/UAL), e Professor Auxiliar de Direito da Universidade Autónoma de Lisboa (UAL).

“A colisão entre direitos fundamentais: caso de estudo”

Daniel Gomes

Doutorando na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa. Pós-Graduação em Direitos Humanos pelo Centro de Direitos Humanos da Universidade de Coimbra. Investigador do Instituto Jurídico Portucalense.

“Terrorismo e imigração: alguma relação?”

Caroline Bernardo

Mestranda da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Daniela Serra Castilhos

Doutora em Direitos Humanos pela Universidade de Salamanca. Professora Auxiliar do Departamento de Direito da Universidade Portucalense Infante D. Henrique (UPT), Coordenadora Associada do Grupo de Investigação Dimensions of Human Rights do Instituto Jurídico Portucalense. Membro e Investigadora do Centro de Estudios de la Mujer (CEMUSA) da Universidade de Salamanca.

Mesa 4 – O DIREITO À SEGURANÇA E DISCURSOS DO MEDO

Auditório 203

Moderadora: Daniela Serra Castilhos

“Políticas Públicas de Segurança e Direitos Humanos das Pessoas Privadas de Liberdade”

Karla Tayumi Ishiy

Mestre em Direito Penal pela Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal. 17

 

“Da proteção à ameaça? – Uma análise da evolução do conceito de refugiado no espaço europeu”

Ana Filipa Neves

Doutoranda do Programa de Doutoramento em Política Internacional e Resolução de Conflitos (Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra/Centro de Estudos Sociais). É investigadora no Ius Gentium Conimbrigae/Centro de Direitos Humanos, sedeado na FDUC.

“A proteção dos Direitos Humanos de asilados e refugiados no Brasil”

Rodolfo Saldanha da Gama

Licenciado em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Pós-Graduação em Ciências Penais pela Universidade Anhanguera-UNIDERP. Exerce o cargo Delegado de Polícia Federal desde 2008.

“La irregularidad administrativa una causa de vulnerabilidade”

Tania García Sedano

Magistrada Suplente na Comarca/Audiência da Província de Ávila, Professora Associada da Universidade Carlos III de Madrid e Professora Colaboradora na Universidade Pontifícia de Comillas. Atualmente está a realizar a sua tese doutoral sobre tráfico de seres humanos com fins de exploração laboral.

“Violência Sexual e de Género na população refugiada: uma questão de género ou de segurança?”

Tatiana Morais

Doutoranda na Faculdade de Direito da Universidade NOVA de Lisboa (FDUNL) e investigadora do CEDIS e DH-CII. A presente investigação foi desenvolvida no âmbito do programa de Doutoramento em Direito na FDUNL, com bolsa de doutoramento da FCT 128312/2017.

******************************************************************************************* 18

 

14 DE JULHO de 2017 (SEXTA-FEIRA)

9h30

APRESENTAÇÃO DE COMUNICAÇÕES

Mesa 5 – INSTRUMENTOS PARA A DEFESA DO DIREITO À SEGURANÇA E OUTRAS LINHAS DE INVESTIGAÇÃO

Auditório 201

Moderadora: Bárbara Magalhães

“Mandado de Detenção Europeu: quando as condições gerais de detenção no Estado-Membro de emissão obstam à sua execução”

Fátima Pacheco

Doutora em Direito da União Europeia pela Universidade Católica (Escola de Direito do Porto), Professora Adjunta no ISCAP (Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto – Politécnico do Porto), Investigadora do CEDU (Universidade do Minho) e do CEI (ISCAP).

“A proteção das informações clínicas do doente europeu no “ciber-espaço””

Isa António

Doutora em Direito Administrativo/Contratação Pública. Mestre em Direito Administrativo. Curso de Especialização em Direito da Saúde. Pós-graduação em Contratação Pública. Investigadora no IJP e no CEDU (Universidade do Minho). Prof.ª Adjunta Convidada no Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo.

“Biopolítica securitária e direito à resistência na era da informação total”

Paulo Renato Jesus

Doutor em Ciências Sociais, Professor Auxiliar do Departamento de Psicologia e Educação da Universidade Portucalense Infante D. Henrique.

“Emergency and lawfare in the Israeli occupation of Palestine”

Moara Crivelente

PhD candidate ao International Politics and Conflict Resolution at the Center for Social Studies da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC), 19

 

Portugal, Investigador em Use of International Law by civil society actors in struggles for self-determination.

“Devem as Universidades e Politécnicos públicos transformar-se em fundações públicas de direito privado?”

Gonçalo Nicolau Cerqueira Sopas de Mello Bandeira

Doutor em Direito Público pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, Professor-Adjunto da Escola Superior de Gestão do IPCA-Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, ex-Professor Auxiliar da Universidade Portucalense Infante D. Henrique.

"Policiamento e Segurança Pública no Brasil: desafios e perspectivas”

Márcio Aleandro Correia Teixeira

Professor Associado do Centro de Estudos Constitucionais e de Gestão Pública- CECGP; Professor da UFMA (Universidade Federal do Maranhão); e da Universidade UNICEUMA.

Mesa 6 – INTERDEPENDÊNCIA ENTRE O DIREITO À SEGURANÇA E OUTROS DIREITOS

Auditório 202

Moderadora: Mª Paz Pando Balllesteros

“Judicialization of the right to health: Analysis of the influence of the tutela action on access to the health services in Medellin, Colombia”

Diego Alexander Gómez Ceballos

IHMT, Global Health and Tropical Medicine (GHTM), Unidade de Saúde Pública Internacional e Bioestatística, Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT), UNL, Portugal; PhD candidate ao International Health at Instituto de Higiene e Medicina Tropical, Universidade Nova de Lisboa.

“Brasil, Um País em Crise: Segurança Pública, Judiciário E Democracia”

Robson Sávio Reis Souza

Professor do Departamento de Ciências da Religião na Universidade Pontifica Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais, e Coordenador no Núcleo de Estudos Sociopolíticos (NEPS), Estado de Minas, [Comunicação apresentada 20

 

pelo RELATOR: Dr. CARLITO LOBO, Advogado Geral do Instituto Internacional de Ensino e Pesquisa (INTEPS), Belém de Pará, Brasil].

“Tráfico de Pessoas: uma Violação aos Direitos Humanos”

Simone Costa, Bruno Aliski, e Laura Costa.

Acadêmicos de Direito - Complexo de Ensino Superior de Santa Catarina – CESUSC, [Comunicação apresentada pela RELATORA: PROFESSORA MARIA ESTHER MARTINEZ QUINTEIRO, Professora Catedrática Da Universidade Portucalense).

“O mito da máfia e o direito à segurança”

Ana Luiza Almeida Ferro

Jurista, Professora da Universidade CEUMA de São Luís do Maranhão, escritora, conferente e fiscal do Ministério Público do Estado de Maranhão. (Comunicação apresentada pelo RELATOR: Dr. PAULO VICTOR RAMOS CORRÊA, Advogado, Diretor Académico da Escola Superior da Magistratura do Estado de Pará, Belém, Brasil, Diretor Geral da Escola Superior de Magistratura do Estado de Pará, Brasil)

“Políticas públicas contra a violência de gênero”

Laís Locatelli

Especialista em violência de género, Programa de Doctorado Pasado y Presente de los Derechos Humanos (PPDH/USAL), Abogada, Barcelona, España (Comunicação apresentada pelo RELATOR: PROF. DOUTOR ELDER FERREIRA DA COSTA, Juiz Titular da 1.ª Vara de Fazenda Pública de Belém de Pará e Professor de Direito da Universidade Estácio-Sá, Belém de Pará, Brasil.).

“Quando a segurança não é a prioridade de Estados: Em defesa da memoria e de direitos humanos para populações vulneráveis no Brasil contemporâneo”

Vanessa Ribeiro Simon Cavalcanti

Doutorada em História Contemporânea e membro do Instituto Jurídico Portucalense (IJP/UPT) e do Instituto de Sociologia da Universidade do Porto (IS/U. Porto). Diretora do Núcleo de Pesquisa e Estudos sobre Juventudes, Identidades, Cidadania e Cultura (NPEJI/UCSAL) e Coordenadora do Núcleo de Estudos sobre Direitos Humanos (NEDH/UCSAL/CNPQ), Brasil. 21

 

“Segurança, proteção e violações: narrativas de mulheres usuárias de crack na Bahia”

Marcelo de Freitas Gimba

Doutorando em Família na Sociedade Contemporânea pela Universidade Católica do Salvador - estágio doutoral na Universidade do Porto. Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Direitos Humanos (NEDH/UCSAL/CNPq). Advogado.

Vanessa Ribeiro Simon Cavalcanti

Doutorada em História Contemporânea e membro do Instituto Jurídico Portucalense (IJP/UPT) e do Instituto de Sociologia da Universidade do Porto (IS/U. Porto). Diretora do Núcleo de Pesquisa e Estudos sobre Juventudes, Identidades, Cidadania e Cultura (NPEJI/UCSAL) e Coordenadora do Núcleo de Estudos sobre Direitos Humanos (NEDH/UCSAL/CNPQ), Brasil.

*******************************************************************************************

15h15 Coffee break

*******************************************************************************************

11h30

Sessão plenária 5 – OUTRAS DIMENSÕES DO DIREITO HUMANO À SEGURANÇA

Auditório 201

Moderadora: Mª Esther Martinez Quinteiro

“Objeção de Consciência endógena. Discurso dos Direitos Humanos”

Elder Lisboa Ferreira da Costa

Juiz Titular da 1.ª Vara de Fazenda Pública de Belém de Pará e Professor de Direito da Universidade Estácio-Sá, Belém de Pará, Brasil.

“La gestión de las migraciones: seguridad, libertad de movimientos, diplomacia y derechos humanos”

Pedro Garrido Rodriguez

Professor do Programa Pós-Doutoramento Derechos Humanos en Perspectiva Comparada, Brasil y España (DHPCBS/USAL),Investigador do Grupo Dimensions of Human Rights (DHR/IJP), Universidade Portucalense (UPT), Porto, Portugal. 22

 

“A nova Lei de Migração Brasileira”

Carlito Lobo

Advogado, Diretor Geral do Instituto Internacional de Ensino e Pesquisa (INTEPS)", Belém de Pará, Brasil.

“Direitos fundamentais e união europeia: o problema da adesão da união europeia a convenção europeia dos direitos do homem”

Paulo Victor Correa

Advogado, Director Académico da Escola Superior da Magistratura do Estado de Pará, Belém, Brasil, Director Geral da Escola Superior de Magistratura do Estado de Pará, Brasil.

“Derecho humano a la seguridad y la tensión entre EEUU y Corea del Norte”

Igor Cavalcante

Advogado. Integra a Comissão de Direito Internacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Fortaleza, Brasil.

“Some perspectives on humanitarian intervention – a brief analysis”

Alexandra Severino

Consultora freelance e Investigadora na área dos Direitos Humanos, União Europeia e Participação dos Jovens.

“A proteção constitucional aos direitos humanos e sociais no Brasil”

James Magno Farias

Doutorando em Ciências Jurídicas pela Universidade Autónoma de Lisboa. Desembargador Federal no Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região - Maranhão. e Professor Adjunto do Departamento de Direito da Universidade Federal do Maranhão. Especialista em Economia do Trabalho pela UFMA.

*******************************************************************************************

Sessão de encerramento

******************************************************************************************





Listar notícias